ARCHIVOS INTERVENIDOS, Vários realizadores

archivos

Curtas-metragens, 2016, 5’

Depois de Sucesos Intervenidos (1ª edição de AR, 2015), o Museu do Cinema de Buenos Aires apresenta o segundo trabalho realizado com material de arquivo e volta a chamar a atenção para a necessidade de criar uma cinemateca destinada à conservação do património fílmico. Dezassete destacados realizadores argentinos foram convidados para trabalhar a partir de Cine Escuela, um projeto criado em 1948 pela Secretaria de Educação Argentina durante o primeiro governo de Juan Domingo Perón. Este promovia “o uso do cinema como auxiliar didático e complementar ao trabalho educacional e cultural, principalmente no exaltar do patriotismo, da moral e dos múltiplos deveres civis, grandes e pequenos”. Nesta oportunidade, foram selecionadas cinco curtas-metragens inventivas e apuradas, cinco dos olhares mais engenhosos do atual panorama cinematográfico argentino. Serão exibidas antes das longas-metragens da secção Panorama no Cinema São Jorge.

> Vienalle 2016

CURTAS E REALIZADORES Melancolía de Albertina Carri; Un cuento de Navidad de Hernan Rosselli; Invierno 3025 de María Alché e Juan Pablo Menchón; Gregg de Matías Piñeiro; El día que pudo ser de Santiago Loza e Lorena Moriconi — Conceito Paula Félix-Didier — Produção Geral Eloísa Solaas e Francisco Lezama – Museu del Cine Pablo Ducrós Hicken.